A exclusão da mineradora, que havia voltado ao índice que reúne as empresas com práticas consideradas mais sustentáveis em janeiro deste ano, acontece 13 dias depois do rompimento da barragem em Brumadinho (MG)

brumadd-628x353

A B3 acabou de informar que vai excluir as ações da Vale da carteira do seu Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). A decisão é válida a partir de 12 de fevereiro.

A exclusão da Vale acontece 13 dias depois do rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho (MG). O número de mortes confirmadas na tragédia é de 150 até o momento. Outras 182 pessoas seguem desaparecidas.

A decisão foi tomada em reunião do conselho deliberativo do ISE que aconteceu hoje e leva em conta os efeitos do desastre em Brumadinho, segundo a B3.

A Vale era a ação com a maior participação no Índice de Sustentabilidade Empresarial. Com o peso da mineradora, o ISE acumulou uma queda de 4,61% desde o rompimento da barragem até ontem. No mesmo período, o Ibovespa registra uma baixa menor, de 3,11%.

A mineradora voltou a integrar o índice de sustentabilidade em janeiro deste ano. A Vale fazia parte do índice até 2015, mas ficou de fora na mudança anual da carteira depois do rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG).

“A decisão do conselho não deve ser tomada como pré-julgamento das responsabilidades da companhia, mas decorre da aplicação do disposto no Regulamento do ISE e na sua metodologia”, informa a bolsa, no comunicado.

 

Fonte: Seu Dinheiro



Advocacia Pereira - 2015 © Todos os direitos reservados.