O sistema tributário brasileiro é conhecido pela sua complexidade e a alta carga de impostos, e isso consome uma boa parte dos esforços de uma empresa. No atual momento de crise incorrer em infrações fiscais não é uma realidade muito distante, face às dificuldades financeiras ocasionadas pela redução das atividades comerciais.

Dito isso, a prevenção contra autuações fiscais torna-se um fator primordial de um planejamento empresarial diante do atual cenário econômico. Afinal, correr o risco de ser penalizado com multas ou até mesmo execuções fiscais pode ser o fim de um empreendimento.

Desse modo, frente a este panorama, separamos algumas dicas que podem ajudar a prevenir uma empresa de cometer irregularidades e se comprometer com o Fisco.

Dica 1 – Tenha um planejamento tributário
O planejamento tributário ou um compliance tributário, é a base para evitar erros nas obrigações fiscais de uma empresa. Essa metodologia aplicada visa ajustar as operações da empresa economizando tributos, reduzindo custos e aumentando a rentabilidade do negócio.

Implementar tal método requer muita expertise de profissionais capacitados, uma vez que exige muito trabalho e conhecimento da legislação tributária.

Dica 2 – Estabeleça auditorias internas periodicamente
Está prática tem como foco identificar problemas e embaraços fiscais e propor soluções. Com isso, é possível antecipar possíveis ilegalidades e resolvê-las rapidamente.

Dica 3 – Denúncia espontânea
E se a irregularidade foi identificada um pouco tarde? Nesse caso, o contribuinte pode converter a punição caso realize uma denúncia espontânea antes do Fisco iniciar alguma medida de fiscalização, essa alternativa resulta no pagamento do imposto corrigido com juros, porém, dispensando multas em alguns casos.

Dica 4 – Promova a atualização de seus colaboradores
A legislação tributária além de ser complexa e extensa, sofre com constantes ajustes. Logo, é essencial manter seus colaboradores atualizados de forma que possuam conhecimento suficiente para manter as obrigações fiscais da empresa em dia.

Dica 5 – Desenvolva um calendário fiscal
Não seria recomendável contar apenas com a memória no momento de cumprir com as obrigações fiscais da empresa.
Ter um controle físico ou eletrônico das datas evita a perda de prazos ou atrasos, estabelecer um cronograma com o vencimento de cada obrigação e deixá-lo disponível para os responsáveis do setor, certamente irá facilitar o controle dos pagamentos.

Essas dicas, aliadas a longa legislação tributária parece ser difícil de dar conta, não é mesmo? Contudo, com profissionais capacitados e uma equipe atualizada, além de se manter em dia com as atividades da empresa, é possível até mesmo buscar formas de economizar com impostos.

Portanto, é melhor dedicar um pouco de esforço e manter sua companhia em conformidade com a legislação e rentável do que se arriscar com problemas fiscais.


Advocacia Pereira - 2015 © Todos os direitos reservados.